5 de agosto de 2013

Conversas que me fazem franzir o sobrolho...

... e discordar, verbalmente ou apenas mentalmente.

Dizia-me uma colega «Eu sou uma pessoa muito calma... desde que não me irritem, claro!».

Hum...

Tive vontade de dizer que isso era uma mesmo que dizer que se é muito corajoso desde que não haja perigo por perto.

Não disse, não temos assim tanta confiança, por isso só balbucionei qualquer coisa do género «Toda a gente é calma até acontecer algo stressante...» Balbucionei baixinho, não me apetecia grandes debates à hora de almoço.

Mas fiquei a pensar que só podemos ter a certeza de que possuímos certas qualidades se estas forem colocadas em causa. 

É fácil ter qualidades quando tudo corre sobre rodas. Ser alegre quando tudo está bem, ser generoso quando se tem muito, ter compaixão por quem não nos fez mal, ter esperança quando o futuro parece sorridente, tudo isso é bastante fácil, há quem não o faça, é certo, mas não é especialmente difícil.

Mas para mim só é verdadeiramente optimista quem mantém esse optimismo nas dificuldades, por exemplo.

E assim de repente, perdi uma data de qualidades...

2 comentários:

  1. E eu já não tinha uma data delas e agora ao ler isto perdi o resto, lol

    ResponderEliminar
  2. Lol :p

    Tens muitas miga, não te preocupes.

    ResponderEliminar